Amei demais

Amei demais. Depois de 32 dias em Santos, vivendo e criando com pessoas especiais na formação Guerreiros Sem Armas e na comunidade do Morro do José Menino, me apaixonei profundamente por elas. E então chegou o momento da despedida. A vontade é de manter toda essa gente por perto. Guardar esse sentimento pra sempre, trancar o coração num cofre e jogar a chave fora para que as sensações fiquem comigo, para que eu possa acessá-las sempre que eu quiser. Não quero ficar longe dessa gente inspiradora, louca, mágica, eletrizante, espetacular!

Mas o amor se revela tão grande e especial, que me dou conta de que tudo o que deveríamos viver foi vivido, experimentado. E amar é isso, permitir-se sentir, entregar-se, e quando tudo estiver maravilhoso, permanecer amando tanto, mas tanto e tão profundamente, que se queira ver as pessoas amadas livres para voarem mais alto para amarem ainda mais pessoas, mais projetos, mais amigos. Prender essa experiência linda só pra nós, em nossa bolha do melhor mundo possível seria egoísmo, seria privar outros melhores mundos possíveis da energia desses corações transformadores que transbordam olhares apreciativos, afeto, cuidado, sonhos, milagres, celebrações e re-evoluções.

Amo a melhor versão de mim mesmo que re-conheci. Amo a melhor versão de meus novos amigos. Amo todas as possibilidades que se abrem a partir de nossos corações abertos, agora conectados e polinizando o mundo com o néctar mais precioso de nossas essências.

Guerreiros Sem Armas e Meninada, nos encontramos em nossos mais novos belos sonhos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s